Quem sou eu

Minha foto
A REDE SOCIOASSISTENCIAL DO DISTRITO DE PERUS é composta por um agrupamento de diferentes instâncias com objetivos comuns de: estimular a comunidade de Perus a tornar-se um sujeito de ações cidadãs minimizando o grau de vulnerabilidade local. Somos articuladores, mediadores e multiplicadores, na medida em que detectamos, analisamos e encaminhamos as ações propostas para os recursos disponíveis articulados por representações da rede privada e pública nas áreas: social, saúde, educação, meio ambiente, cultura, esporte e lazer, subprefeitura entre outras.

23 de jul de 2014

ATA DA REUNIÃO DE REDE CONJUNTA PERUS/ANHANGUERA Junho 2014
















ATA DA REUNIÃO DE REDE CONJUNTA PERUS/ANHANGUERA

Ata da reunião realizada no Centro Pastoral Santa Fé, em 25/06/2014, às 9:00h, na presença dos integrantes da rede Perus e Anhanguera. Iniciou-se a reunião com a apresentação de todos os presentes, logo em seguida foram lidas as atas das reuniões do mês passado de cada rede por seus representantes, Perus – Márcia (CCM) e Anhanguera – Cátia (CPSF). Depois de lidas as atas, nenhuma observação foi acrescentada a ambas. Foi aberta a palavra aos presentes e Thiago (CEU Anhanguera) falou sobre  a parceria SENAC/UNIP. Márcia (CCM) explicou para os presentes um pouco sobre o que foi discutido na reunião passada na Rede Perus e relatou sobre conversa realizada com uma das moradoras em situação de rua, a qual disse que estaria saindo do local em breve, não por intermédio da rede e sim por meios próprios.   Márcia ressaltou que não se pode considerar que o problema está resolvido mas sim transferido de local. Iva (Recomeço Família) falou das tentativas de contato com os membros da  comissão constituída para intervenção com as pessoas em situação de rua e usuários de drogas em frente ao CCM. Os agentes do SEAS, William e Fabíola ficaram de organizar uma capacitação para esse grupo, mas não deram retorno de suas ligações e assim nada foi feito nesse período. Marcia (CCM e Comissão Executiva) vai entrar em contato com os membros do SEAS e solicitar informações  sobre os encaminhamentos que, além da capacitação,  foram sugeridos na reunião de maio (sobre atendimento de saúde e consulta de ficha pela Defensoria). Após as falas,  Clélia Lúcia (MSE/Perus) retomou a sugestão da organização de um evento de capacitação para as Redes acerca do tema DROGADIÇÃO, o que foi bem aceito pelo grupo.  Foi estabelecida nova Comissão que tem como metas: 1) organizar o evento, com data indicativa para 26/09, 6a.feira, e como sugestão de local, o Centro Santa Fé; cronograma e convidados; 2) os temas do evento são: capacitação sobre abordagem da questão, políticas públicas e fluxo de atendimento e procedimentos; 3) levantamento dos recursos e necessidades da região com relação ao tema; 4) levantamento e convite para outros órgãos que possam contribuir para a questão (Defensoria Pública, Universidades, organizações e especialistas).  Surgiram 2 sugestões de contatos, como o Jorge Artur (Érika, Creas) e Aliança de Misericórdia (Antonio, Conselho Tutelar).   Os membros dessa Comissão de organização do evento são: Iva (Recomeço Família), Ariane (Instituto Conviver), Clélia (MSE), Marcelo (Parque Anhanguera/DRE Pirituba); CREAS/NPJ  Cátia (Centro Pastoral Santa Fé) e Wilma (voluntária Bem-me-quer).  Iva (RF) falou da Semana Estadual de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas com evento a ser realizado no dia 26/06 – 10:00h no auditório André Franco Montoro – no Pátio do Colégio, 184 (Secretaria de Justiça e da Defesa da Cidadania). Maria Madalena (Centro Pastoral Santa Fé) relatou casos assertivos, outros nem tanto, de abordagem de pessoas em situação de rua. Ariane (Instituto Conviver) falou do trabalho realizado com os CCAs e  dos três momentos fundamentalmente importantes para que nossas ações possam dar certo: 1° Formação Técnica; 2° Estudo de caso; 3° Acionar Instituições. Nara (PSF Vila Caiuba) demonstrou seus anseios perante a rede e que pretende compreender o que de fato a rede pode ou não fazer na resolução dos casos.  Marcia (CCM) lhe dá uma breve explicação sobre os seus objetivos, carta de princípios (que pode ser consultada no blog, conforme lembrou Chistian do NPJ) e que a participação dos membros é voluntária. A propósito, Marcia solicitou dos membros das duas Redes a verificação e atualização do “MiniGuia” e que todos os serviços incluam um email de contato com sua organização no mesmo. O arquivo será enviado juntamente com a Ata desta reunião, por email, mas também consta do Blog.  Margareth do SASF pergunta à Iva informações sobre a “Ação da Cidadania”. Iva ficou de retomar os contatos com o CIC OESTE e Rotary e verificar a viabilidade de acontecer esse evento ainda este ano. Iva consulta os presentes sobre a possibilidade de realização de um abaixo-assinado solicitando que para que o Transporte Público – perua 8010 Lapa – Jd da Conquista, passe pela Vila Caiuba. Houve a concordância de todos. Iva vai preparar o documento e o enviará para todos para a coleta das assinaturas.  Próxima reunião da RESAPE será dia : 30 de julho, das 9h00 às 12h00, no CCM Perus. Rua Joaquim Antonio Arruda, 74 .



MARCIA REGINA VICTORIANO (CCM PERUS)
e
THAÍS SUSANA CANELA DA SILVA (EMEF Recanto dos Humildes)



Informes:
-         Ivã Recomeço Família – reforça o seminário colocado acima
-         Marcia (CCM), fala sobre o Fórum de Mulheres realizado em junho em que foram discutidas as prioridades das mulheres para a região e que tem novo encontro previsto para agosto; Cursos em parceria com a Empresa LOGA  de Bijouteria e Decoupage com início em 22/07. Ainda há vagas para Bijouteria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário